Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
27 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS — Após o primeiro caso da variante Ômicron da pandemia da Covid-19 ser confirmado no Amazonas nesta terça-feira, 4, a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde — Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), Tatyana Amorim, reforçou o pedido para que a população faça sua parte e diga sim à vacinação contra o coronavírus.

“O primeiro caso era de uma paciente vacinada que teve sintomas leves da doença, por isto, reforçamos para aquelas pessoas que ainda não se vacinaram façam a sua parte e compareçam às unidades de saúde e diga sim à vacina”, alertou Tatyana, exclusivamente à REVISTA CENARIUM.

Veja também: Amazonas confirma primeiro caso da variante Ômicron em Manaus; paciente chegou de Fortaleza

A paciente infectada com a variante Ômicron é uma brasileira, de 27 anos, moradora de São Paulo e que chegou a Manaus, procedente de Fortaleza, no dia 21 de dezembro de 2021, com sintomas gripais. A informação foi divulgada no início da noite desta terça-feira, 4, pela Secretaria de Estado da Saúde, por meio da FVS-RCP, após receber relatório de vigilância genômica emitido pelo Instituto Leônidas e Maria Deane (Fiocruz-Amazônia).

Em nota, o Governo do Amazonas informou que, ao chegar na capital, a paciente realizou coleta no posto de testagem no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, onde testou positivo para Covid-19 e foi orientada para o isolamento domiciliar durante 14 dias. Segundo o texto, a mulher tinha sintomas leves de tosse e coriza e com calendário vacinal completo, incluindo a dose de reforço.

À CENARIUM, a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, salientou que as medidas de prevenção à nova variante Ômicron são as mesmas que estão vigentes para evitar o novo coronavírus, como a higienização das mãos, o uso obrigatório de máscaras, evitar locais fechados e pouco ventilados e adotar o distanciamento social.

Covid-19

Até esta terça-feira, 4, o Amazonas registrou o total de 434.142 casos de Covid-19, sendo 13.838 mortes ocasionadas pela doença. De acordo com a FVS-RCP, por meio do Boletim Diário de Covid-19, edição 640, foram diagnosticados de 172 novos infectados pela pandemia até esta tarde. Nas últimas 24 horas, não houve óbito por conta do coronavírus.

Dos 434.142 casos confirmados no Amazonas até esta terça-feira, 4, 206.496 são de Manaus (47,56%) e 227.646 do interior do Estado (52,44%).

Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 57 pacientes internados em Manaus, sendo 34 em leitos clínicos (três na rede privada e 31 na rede pública), 22 em UTI (um na rede privada e 21 na rede pública) e um em sala vermelha. Na rede pública de saúde do interior do Estado, há outros 29 pacientes internados em leitos clínicos com Covid-19.