Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
18 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da assessoria

MANAUS – O Governo do Amazonas definiu a presença de 50% do público na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, no jogo entre Manaus e Tombense (MG), no próximo sábado, 30. A partida é válida pelo Campeonato Brasileiro Série C e poderá contar com a presença de até 22.150 torcedores.

A partida adotará regras e recomendações do Protocolo para a Realização de Eventos Esportivos no Estado do Amazonas e pela Portaria nº 176/2021, determinadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP) e pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), respectivamente.

“No momento atual da pandemia da Covid-19, quando a circulação do vírus está mais baixa, é possível a retomada de diversas atividades. Ainda assim, é importante que medidas sejam mantidas por toda a população. Principalmente agora, a garantia da imunização completa, e que os atletas tenham o máximo de cuidados com as medidas que forem implementadas”, afirma Jackson Alagoas, do Departamento de Vigilância Sanitária da FVS-RCP.

De acordo com os protocolos, entre as obrigações para o jogo do Gavião do Norte está a aquisição do ingresso e credenciamento para acesso ao local do evento somente aos que tenham completado o esquema vacinal da Covid-19 com duas doses ou dose única da vacina contra a doença.

“A vacinação e os protocolos definidos pela FVS-RCP dão esse respaldo para a sociedade amazonense. Baseados nos eventos-teste, podemos voltar, aos poucos, para os eventos esportivos com público. A Arena da Amazônia e todas as praças esportivas do Governo do Amazonas estão prontas para esta retomada com segurança”, aponta o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

Pessoas que na data da partida ainda não tenham cumprido o período de 15 (quinze) dias da aplicação da segunda dose ou dose única do imunizante deverão apresentar resultado negativo de exame da Covid-19 do tipo RT-PCR feito em até 48h do jogo ou do tipo teste rápido de antígeno feito em até 24h do evento.

O protocolo e portaria estipulam que medidas devem ser adotadas para impedir a entrada de pessoas não vacinadas nos locais dos eventos, incluindo crianças das faixas etárias que ainda não foram incluídas no Programa Nacional de Imunização.

O uso correto e constante da máscara e a manutenção do distanciamento social também serão medidas indispensáveis para a realização do jogo.