Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
17 de maio de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Com informações do O Globo

BRASÍLIA – Previsto para chegar ao Brasil na semana que vem, o primeiro lote da vacina da Pfizer contra a Covid-19, com 1 milhão de doses, poderá ser distribuído somente para capitais e outros centros urbanos de grande porte. A ideia é debatida internamente no Ministério da Saúde e também tem o apoio de secretários estaduais e municipais da área.

A pasta e os gestores entendem que, ao menos para essas primeiras doses, seria melhor adotar novas regras de distribuição, que considerassem a estrutura disponível em cada local. Isso porque a vacina da Pfizer demanda uma temperatura de -60°C para ser transportada e armazenada em segurança.

Nem todas as capitais devem receber o imunizante. O Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde (Conasems) está consultando os gestores locais para saber quais cidades poderão armazenar corretamente a vacina.

“Somente as que têm condições e logística para esta vacina (devem receber doses do primeiro lote)”, diz Mauro Junqueira, secretário-executivo do Conasems.

Ele afirma que as consultas estão sendo feitas para levar uma proposta fechada ao Ministério da Saúde nesta terça-feira.