Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
27 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações do O Globo

BRASÍLIA – Nomeado nesta quarta-feira, 23, para substituir Ricardo Salles no Ministério do Meio Ambiente, Joaquim Álvaro Pereira Leite já faz parte do governo desde 2019. Antes disso, foi conselheiro por mais de 20 anos da Sociedade Rural Brasileira (SRB).

De acordo com o currículo disponível no site do Ministério do Meio Ambiente, Leite é formado em administração de empresas pela Universidade de Marília (Unimar) e tem um MBA pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (Insper).

Ele entrou no governo em julho de 2019, como Diretor do Departamento de Florestas. Em abril de 2020, foi nomeado para a Secretaria de Florestas e Desenvolvimento Sustentável. Em setembro, o nome do órgão foi alterado para Secretaria da Amazônia e Serviços Ambientais. Leite permanecia na função até esta quarta-feira.

Salles, que é alvo de duas investigações no Supremo Tribunal Federal (STF), pediu demissão nesta quarta-feira. A exoneração dele e a nomeação de Leite foram publicadas em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

O novo ministro atuou como conselheiro da SRB entre 1996 e 2019. Ele também foi proprietário de uma fazenda produtora de café, entre 1991 e 2002, e foi diretor-geral da empresa Neobrax, do ramo farmoquímico, entre 2007 e 2019.