Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
19 de abril de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Com informações do UOL

MANAUS – O governo de Santa Catarina anunciou um lockdown para este final de semana em todo o estado. O funcionamento de serviços não essenciais ficará suspenso das 23h de hoje até as 6h de segunda-feira, 1º. A decisão foi tomada para enfrentar o novo coronavírus em um momento de agravamento da pandemia no estado.

A medida também vale para o próximo final de semana. O lockdown começará às 23h da sexta-feira, 5, e terminará às 6h de segunda-feira, 8. Santa Catarina registrou 7.164 mortes por covid-19 desde o início da pandemia, segundo dados do Ministério da Saúde.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI na rede pública é de 91,2%.A média móvel de mortes no estado, apurada pelo consórcio de imprensa do qual o UOL faz parte, registrou ontem aceleração de 64% em relação ao índice de 14 dias atrás.

Esforços

O governador Carlos Moisés (PSL) prometeu esforços para ampliar a capacidade da rede hospitalar, garantir a distribuição de vacinas e assegurar a fiscalização das atividades. Mas também pediu ajuda da população.

“Não medimos esforços para proteger a vida dos catarinenses. Fizemos e continuamos fazendo tudo ao nosso alcance. O novo quadro que se apresenta é extremamente grave, e por isso, é fundamental que o Governo do Estado tome medidas ainda mais duras, pois o que importa é preservar a vida dos catarinenses”.

Carlos Moisés, governador de Santa Catarina

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Moisés afirmou que “não há solução viável sem a colaboração de todos. O respeito às regras é o caminho mais curto e seguro para que a normalidade seja restabelecida”.

Nos últimos 30 dias, segundo o governo de Santa Catarina, foram pactuados 130 novos leitos de terapia intensiva e 220 leitos clínicos em diferentes regiões. Além disso, na terça-feira (23), foram anunciados R$ 600 milhões para contratar leitos de UTI na rede privada.

Também há garantia de R$ 300 milhões para a compra de novas doses de vacina para imunizar a população. Até agora, mais de 211,7 mil doses foram aplicadas no estado.