Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
8 de dezembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da assessoria

MANAUS – Ao acompanhar o início da vacinação da população a partir dos 22 anos no município de Parintins, neste sábado, 26, o governador Wilson Lima destacou que o Estado tem pressa em vacinar o maior número de pessoas. O governador esteve na Praça da Catedral de Nossa Senhora do Carmo, Centro da cidade, onde a vacinação do mutirão “Vacina Amazonas” ocorre em sistema ‘drive thru’ e para pedestres.

“A gente está desembarcando aqui com a nossa equipe da Secretaria de Saúde, da Fundação de Vigilância em Saúde e outras secretarias que são importantes para dar apoio à Prefeitura, para que a gente possa vacinar a maior quantidade possível de pessoas. E a gente tem uma pressa na vacinação, porque a vacina é a arma mais poderosa que a gente tem contra a Covid-19”, disse o governador.

A ação em Parintins é uma parceria da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) com a prefeitura do município e a Fundação de Vigilância Sanitária (FVS-AM). O Governo do Amazonas disponibilizou 15 mil doses de imunizantes para mais essa ação do mutirão “Vacina Amazonas”.

A vacinação começou às 8h, mas desde 7h da manhã já era possível ver uma pequena fila de carros no posto drive thru, na Praça da Catedral. No local, seis postos de vacinação, incluindo o posto para imunização dos pedestres. 

Wilson Lima explicou que a meta é vacinar as pessoas em quatro pontos de vacinação: Unidade Básica de Saúde (UBS) Doutor Toda, no bairro Francesa; na UBS Waldir Viana, no São Benedito; e na UBS Francisco Galliani, no Itaúna 2, além do drive thru na avenida Amazonas, em frente à Catedral.

Debora Andrade foi uma das diversas pessoas que tomaram a primeira dose do imunizante durante o mutirão. “É um sentimento de alegria, para nós jovens, estamos um tempo parado nas aulas e já começar essa vacinação para nós jovens é muito bom mesmo. Isso é só a primeira dose, imagine a segunda”, declarou.

“Meu irmão e minha cunhada. Quase a família toda praticamente, lá em casa só falta a minha irmã e meu sobrinho, por serem mais novos. Mas, nós que estamos o tempo todo na rua trabalhando, é uma sensação de satisfação por já estarmos vacinados”, enfatizou.

A população que for a um dos pontos de vacinação deve apresentar, obrigatoriamente, documento original com foto, CPF, e comprovante de residência (original e cópia).

Mutirão no interior 

Parintins é o quarto município a receber o mutirão “Vacina Amazonas” contra a Covid-19. Nas últimas semanas, Manaus, Manacapuru e Novo Airão receberam reforço no processo de imunização com o Dia D de vacinação, em cooperação com as prefeituras e secretarias de saúde municipais.