26 de novembro de 2020

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC

Mencius MeloDa Revista Cenarium

MANAUS – Um festival de memes voltou a invadir as redes sociais neste domingo, 15. Tudo porque a tecnologia eleitoral brasileira empregada nas urnas eletrônicas faz com que a apuração em um dos países mais desiguais do mundo sejam mais céleres do que acontece no País do norte-americano Joe Biden.

Considerada umas das maiores democracias do mundo, os EUA detêm um poderio tecnológico ímpar no mundo, mas curiosamente não apresentam uma solução que torne o processo de apuração de suas eleições presidenciais menos desgastantes em matéria de tempo e expectativa.

O bom humor do brasileiro se manteve em alta durante o dia inteiro de votações Brasil afora (Reprodução/Internet)

Para o especialista em Tecnologia da Informação (TI), Luíz Reis, existem condições que configuram visões e posturas que explicam o comportamento sui generis dos norte-americanos. Segundo o especialista, não se trata de não empregar o uso do conhecimento, mas de comportamentos culturais.

Com criatividade, os memes invadiram redes como Twitter e Facebook (Reprodução/ Internet)

Desconfiança

Luiz enumera primeiro a questão cultural. Ele avalia que os estadunidenses não confiam no uso das urnas eletrônicas brasileiras, por exemplo. “Eles têm uma desconfiança quase que obsessiva com a possibilidade de invasão do dispositivo eletrônico projetado pelos brasileiros, por isso não a adotam”, observou.

Muito dessa ‘desconfiança’ reside no fato de que o País possui umas das maiores ‘escolas’ de hackers do mundo. Por tanto, Luiz Reis considera que ao instalar as urnas em uma eleição no País do ‘Tio San’, por exemplo, elas seriam alvo fácil para um Exército que se sentiria desafiado”, avaliou.

Situações inusitadas rechearam as redes com memes beirando o sarcasmo, no dia da votação (Reprodução/Internet)

Por último, ele chama atenção para a cultura e as características geopolíticas. “Outra razão pela qual não se busca uma alternativa mais rápida para apurar os votos, é que o voto nos EUA não é obrigatório, como é no Brasil e isso por si só obriga o estado brasileiro a desenvolver estruturas e tecnologias”, finalizou.  

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.