Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
29 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE

Nauzila Campos – Da Revista Cenarium

MANAUS – Oficialmente pré-candidato ao Governo do Amazonas, Marcelo Amil reuniu com umas das lideranças nacionais do Partido Socialismo e Liberdade (Psol), na segunda-feira, 27. O advogado amazonense foi recebido por Francis Mendes, dirigente nacional da sigla e coordenador nacional do movimento ‘Fortalecer’. O encontro aconteceu na cidade de São Paulo.

Para o dirigente, a reunião foi frutífera e contou com tópicos importantes sobre o que o Amazonas precisa. “Foi um ótimo encontro com o nosso pré-candidato ao Governo do Amazonas, onde conversamos sobre as perspectivas e construção do Psol em 2022 para enfrentar a política tradicional do Estado. Discutimos o cenário no Amazonas e iniciamos a discussão de uma agenda para a militância local”, destacou.

À esquerda, Francis Mendes, dirigente nacional do Psol; de preto, Marcelo Amil, pré-candidato (Divulgação)

Amil contou os rumos do pleito do ano que vem. “O Amazonas não é uma ilha, não está isolado dos acontecimentos nacionais, então é fundamental estarmos a par do que acontece nacionalmente. Fui a São Paulo para manter essa inserção no cenário nacional, e, principalmente, para manter sempre firmes as diretrizes locais para a militância. O Psol é um partido orgânico e com base ideológica sólida. Nesta reunião muitos direcionamentos importantes foram traçados. Seguimos firmes no propósito de construir um Psol cada vez mais forte, ajudar no trabalho de nossa presidenta Rosilane Almeida e oferecer uma alternativa contra os que se acham donos do Amazonas”, destacou Amil.

Segundo a presidenta estadual do Psol Amazonas, Rosilane Almeida, o partido está construindo uma alternativa para a população amazonense.

“O Amazonas precisa apresentar um nome que corresponda com os anseios do nosso povo, pois estamos vivenciando um dos piores momentos na vida da nossa população. Mazelas dos dias atuais, fome, desemprego e a deficiência na saúde pública, além da violência, demonstram o caos total. Isso é visível e deixa o povo no estado crítico de vulnerabilidade, por isso o Psol irá defender essa candidatura do Dr. Marcelo Amil, pelo comprometimento com o partido e com as ações que ele desenvolve, e que estamos dispostos a construir junto ao programa do partido”.