No AM, deputados aliados de Bolsonaro comentam saída de Moro: ‘combateu a corrupção’

Carol Givone – Da Revista Cenarium

MANAUS – Parlamentares do Amazonas, aliados de Bolsonaro, comentaram nas redes sociais sobre a polêmica demissão de Sérgio Moro ocorrida na manhã desta sexta-feira, 24. O ex-ministro era um dos principais pilares do governo de Jair Bolsonaro.

O delegado de polícia federal e deputado Pablo Oliva afirmou: “Deixo consignado o meu lamento pela saída do Juiz Sérgio Moro do Ministério da Justiça. Como um verdadeiro maestro, combateu a criminalidade e a corrupção no Brasil. Mantenho o meu compromisso com a autonomia e a independência da Polícia Federal nas investigações que resgataram o orgulho dos brasileiros”, afirmou.

Além de Pablo, por meio das redes sociais, o delegado Péricles também se posicionou a respeito da saída de Moro publicando uma foto em que aparece abraçado junto ao ex-ministro. Ele usou a seguinte legenda: “O Brasil deve muito a @sf_moro. [se referindo ao perfil de Sérgio Moro] Mudou a história do país no combate à corrupção e mostrou grandeza ao largar a magistratura para cumprir uma missão maior, em prol da nação. O país agradece. Vamos em frente”, destacou.

Já o deputado federal Albeto Neto, major da PM e quem teve mais de 107.000 votos, agradeceu os “esforços para acabar com a corrupção e o crime organizado no Brasil. A nação brasileira agradece”, disse.

O deputado Carlos Jordy, assim como demais parlamentares, se disse surpreso. Até a quinta-feira, 23, eles afirmavam que Moro permaneceria no cargo. “Moro saiu, fomos pegos de surpresa. Ontem mesmo ele nos garantiu que não sairia. Para nós, base do Governo, uma informação; para a extrema-imprensa, outra. Lamentável. E mais lamentável ainda a maneira como saiu. Enfim, o destino se encarregará de tudo. Vamos em frente!”.

“Deputados da ‘ala Bolsonaro’ receberam informações de assessores de Moro afirmando que ele não sairia e por isso nós repassamos. Para nós a informação errada, para a imprensa a correta. Premeditado, é claro. Peço desculpas, eu também fui surpreendido”, declarou Junior Amaral.

Carla Zambelli deputada federal e amiga pessoal de Sérgio Moro, também deixou seu recado. ”Sinto muito pela saída de @SF_Moro do Governo. Não só por ser meu padrinho de casamento, mas principalmente pela sua conduta exemplar de cidadão, juiz e Ministro. Sempre terá minha profunda admiração, bem como a gratidão de todos os brasileiros de bem. Obrigada, Moro!”, lamentou.

Comparando a saída do ministro com um divórcio, a deputada Alessandra Silva, também diz estar de “coração partido”. “Atuei em muitos e muitos divórcios. Uns mais fáceis de serem resolvidos, outros mais difíceis, mas o ponto em comum entre todos era que, independente dos motivos, a separação sempre era muito triste. É o que eu tenho a dizer por hoje”, finalizou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO