Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
21 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Luís Henrique Oliveira – Da Revista Cenarium

MANAUS – De longos cabelos loiros, olhos azuis e pele branca, a boneca Barbie sempre foi, ao menos durante muito tempo, símbolo mundial de beleza. Acontece que em países onde, naturalmente, a maioria da sua população é negra, como o Brasil, as crianças e adolescentes, meninas no auge da puberdade, acabam não sendo representadas. No sábado, 20, data que se comemorou o Dia Nacional da Consciência Negra, a cantora Iza ganhou sua própria versão da boneca para enaltecer a beleza da pele negra.

“Não consigo descrever a satisfação que é receber um presente como esse!!!! Eu sempre adorei o universo Barbie, mas confesso que nunca havia me enxergado verdadeiramente nele. Ter uma versão minha da Barbie Role Model confirma, cada vez mais, que a vida é muito louca, que a gente nunca pode desistir dos nossos sonhos e que o nosso trabalho sempre vai tocar o coração de alguém!”, disse a cantora em seu Instagram.

Leia mais: Dia da Consciência Negra: retrocessos impedem avanço da pauta antirracista no Brasil

Cantora Iza representada pela boneca Barbie. (Divulgação)

A cantora Iza virou uma boneca Barbie e mostrou o brinquedo, feito especialmente para ela, em postagens nas redes sociais. A cantora continuou lembrando da invisibilidade de pessoas negras não apenas em relação a bonecas, mas também em outros ambientes, em especial quando era mais nova. “Às vezes, quando a gente não se vê nos lugares, é muito difícil a gente achar que o nosso sonho é possível”, avaliou.

Na sequência, a cantora ficou empolgada ao perceber que a boneca realmente foi montada na intenção de se parecer o máximo possível com a “Iza real”. “O cabelo dela é igual ao meu”, comemorou a artista.

A artista ainda falou sobre o seu trabalho que, segundo ela, sempre vai tocar o coração de alguém!”, acrescentou a artista, que lançou, segundo ela própria, o clipe mais ousado de sua carreira, o chamado “Sem Filtro”. “É meio clichê, a gente escuta bastante, mas eu acho que é uma das maiores verdades que eu já ouvi. É ser você, só você pode contar a sua história”, continuou a cantora, que tem uma coleção de laces e é referência quando o assunto é moda praia.

Leia mais: Confira dicas de filmes para compor um bom programa cultural no Dia da Consciência Negra