Operação prende suspeitos de realizarem assalto e fazerem família refém em Rondônia

Iury Lima – Da Revista Cenarium

VILHENA (RO) – A Polícia Civil (PC) de Rondônia prendeu, nesta segunda-feira, 27, três suspeitos de realizarem um assalto e manterem uma família refém. Os homens foram presos em Vilhena, a 706 quilômetros de Porto Velho.

O crime pelo qual os suspeitos são investigados ocorreu em fevereiro deste ano, mas a Polícia Civil (PC) não especificou se foi em Vilhena ou em outro município rondoniense. A corporação se limitou a informar que, na ocasião, os criminosos invadiram, armados, uma casa e mantiveram os moradores como reféns. Roubaram jóias, aparelhos eletrônicos e um carro.

Suspeito invadiu casas e ameaçou moradores em Vilhena, durante a operação da Polícia Civil (Reprodução/Polícia Civil de Rondônia)

Organização criminosa

De acordo com a polícia, os assaltantes faziam parte de uma organização criminosa do Brasil. Apesar das prisões, dois suspeitos ainda estão foragidos, dentre eles, o líder da organização em Rondônia. 

Além dos cinco mandados de prisão, a Justiça também determinou dois mandados de busca e apreensão, mas a polícia também não deu detalhes do que será apreendido. 

Perseguição em Vilhena

A ação é chamada de “Operação Rapina” pela polícia. Durante o cumprimento dos mandados de prisão, os agentes perseguiram suspeitos pelas ruas da cidade. 

Um dos assaltantes alvos da operação usava tornozeleira eletrônica. Ele chegou a invadir residências e ameaçar moradores na tentativa de se esconder, mas acabou detido e preso, preventivamente, de acordo com a polícia.

A PC informou que vai continuar com as buscas pelos criminosos que ainda estão foragidos.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO