Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
24 de julho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Os crimes cometidos contra idosos, em Manaus, chegaram ao registro de 2.929 ocorrências no primeiro quadrimestre deste ano (janeiro a abril), o que representa uma média de 24,4 casos de violência por dia, segundo levantamento feito pela REVISTA CENARIUM. Os dados são do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

De acordo com a SSP-AM, o número de casos nos primeiros quatro meses de 2021, apesar de alto, ainda é menor que a quantidade registrada no ano passado, quando foram registradas 2.998 ocorrências envolvendo violência contra idosos, ou seja, 69 casos a mais que no mesmo período deste ano.

2021 registrou 69 casos a menos que 2020, segundo a SSP-AM (Gráfico: Bruno Pacheco/Revista Cenarium)

Ainda segundo a pasta, nesses quatro primeiros meses de 2021, foram registrados 478 casos de furto tendo idosos como vítimas. As demais ocorrências variam entre roubo, ameaça, injúria, estelionato, lesão corporal, discriminação, maus-tratos, entre outras.

Em números, os registros de furto respondem por 478 casos; ocorrências de perda/extravio por 196 casos; roubo por 170 casos; ameaça por 169 casos; injúria por 133 casos. Há ainda episódios de estelionato (110 casos); crimes cibernéticos (52); lesão corporal (41); discriminação ao idoso (25); e maus-tratos (12), além de outros fatos relatados pelo Sistema Integrado de Segurança Pública.

Já em comparação com 2019, no entanto, os dados da SSP-AM de 2020 e 2021 são maiores. Isso porque a pasta registrou, no mesmo período de dois anos atrás, o total de 2.443 ocorrências de violência ao idoso.

Combate à violência

Nesta segunda-feira, 14, a Polícia Civil do Amazonas deflagrou a operação Levítico, que teve como objetivo cumprir mandados de prisão e realizar diligências domiciliares, em alusão ao Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, comemorado anualmente em 15 de junho.

Segundo a delegada Andréa Nascimento, titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Idoso (Decci), a operação teve como intuito apurar as denúncias recebidas pela unidade, relatando violências cometidas contra a pessoa idosa. “Essa data é muito significativa para o combate à violência contra as vítimas e busca trabalhar a sensibilização e a conscientização da população no sentido de denunciar os crimes”, disse a delegada.

Os crimes contra os idosos, destaca a secretária-executiva-adjunta de Direitos da Pessoa Idosa da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Franciane Alves, ocorrem geralmente no âmbito familiar e a denúncia é de extrema importância contra a violência.

“As denúncias recebidas, tanto pela Especializada quanto pelo Centro Integrado de Proteção e Defesa da Pessoa Idosa (Cipdi), são das vítimas que estão com os seus direitos violados dentro da própria casa. Por isso atuamos em parceria com a Decci, a fim de disponibilizar atendimento psicossocial para os idosos vítimas de violência”, disse a secretária.

As denúncias contra violência ao idoso podem ser feitas por meio do Disque Direitos Humanos (Disque 100), pelo 181, Disque denúncia da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM) e pelo endereço eletrônico https://www.delegaciainterativa.am.gov.br/.