Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
3 de agosto de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações da Polícia Federal

PORTO VELHO – A Polícia Federal deflagra a partir dessa segunda-feira, 24, a “Operação Crepitus, que visa colocar em prática o plano de ação a ser executado na Terra Indígena Karipuna, no intuito de prevenir e reprimir a entrada de invasores na TI.

 A ação é realizada em conjunto com o Exército Brasileiro, Funai, Ibama, Força Nacional e PRF, e tem por objetivo proceder com a destruição de pontes clandestinas identificadas na região, bem como maquinários e outros objetos que estejam sendo utilizados para a prática de ilícitos, além de fiscalizar a presença de pessoas não autorizadas na região e eventuais crimes praticados, com a lavratura dos respectivos flagrantes.

A ação é realizada em conjunto com o Exército Brasileiro, Funai, Ibama, Força Nacional e PRF. (Reprodução/Polícia Federal)

De acordo com levantamentos realizados, há, no entorno da terra indígena, diversas pontes clandestinas que foram construídas por invasores, que buscam ocupar e desmatar a TI.

Ao longo dos últimos anos, foram realizadas diversas operações pela Polícia Federal na região, que buscou desarticular grupos criminosos organizados que atuavam na localidade, a exemplo da Operação SOS Karipuna e a Operação Kawyra, que reduziram consideravelmente a prática de crimes na TI Karipuna. O nome da operação, Crepitus, (que significa explosão em latim), faz referência à atuação que será realizada ao longo desta semana, no intuito de destruir e/ou inutilizar pontes e outros objetos utilizados para a prática de crimes, com o uso de explosivos.