Forte chuva em Manaus provoca alagamentos em bairros da cidade

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – A forte chuva que atinge Manaus desde às 7h da manhã deste sábado, 25, provocou alagamentos em diversos pontos da capital. De acordo com a Coordenação Municipal da Defesa Civil, pelo menos 20 bairros foram afetados. No Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul, imagens feitas por internautas mostram uma rua inundada.

Na avenida Maceió, também na zona Centro-Sul, o alagamento prejudica o trânsito. Um homem, não identificado, afirmou através do Twitter do Trânsito Manaus que a área fica comprometida toda vez que chove, obrigando os condutores a desviaram da via.

“Tudo alagado. Na frente de academia, não passa carro não. Tá tudo parado aqui”, diz.

Na avenida Brasil, zona Oeste, a rua também ficou alagada. Segundo a Defesa Civil Municipal, a pluviometria, cujo monitoramento é feito pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) de meia noite até às 9h33 deste sábado registrou 15 milímetros de chuva média para a cidade.

No bairro Ponta Negra, próximo ao DB supermercado, também na zona Oeste, veículos precisaram realizar o retorno devido ao alagamento de uma rua. Veja no vídeo:


Mais ocorrências

De acordo com a Central de Emergências da Defesa Civil, até às 11h33 foram registradas 13 ocorrências, entre elas alagamentos, desabamentos e risco de desabar. Confira abaixo:

Oito alagamentos nos bairros: Chapada (zona Centro-Sul), Centro (zona Centro-Sul), São Jorge (zona Oeste), Compensa 2 (zona Oeste) com dois alagamentos, Vila da Prata (zona Oeste), Santo Antonio (zona Oeste) e Nova Esperança (zona Oeste).

Dois desabamentos nos bairros: Santo Antônio (zona Oeste) e São José 3 (zona Leste);

Um desabamento de muro no bairro São Jorge (zona Oeste);

E dois riscos de desabar nos bairros: Novo Aleixo (zona Norte) e Monte Sinai (zona Norte).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO