Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
21 de outubro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Via Brasília – Da Cenarium

Sem data

Vai levar mais alguns dias para o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), agendar a data em que o ministro da Economia, Paulo Guedes, terá de se explicar sobre sua offshore em paraíso fiscal. Lira lembrou que a função do Parlamento é fiscalizar o Executivo e que os ministros têm “obrigação de prestar informações, mas desconversou sobre a perda de força de Guedes. Já seus liderados do Centrão seguem firmes, com a oposição, fustigando o ministro.

Insatisfação

Há um clima crescente no Congresso de insatisfação com o ministro da Economia. Nas redes sociais, deputados e senadores passaram a adotar o discurso de que após a pandemia da Covid-19, o País sofre com a “pandemia” da inflação, da fome e do desemprego. Já Lira tem reiterado as críticas a Petrobras e sua distribuição de dividendos, mas negou que haja conversas para mudar a política de preços da estatal ou sua diretoria.

Não convenceu

Guedes está em Washington para participar da reunião anual do FMI. Em entrevista à mídia estrangeira, culpou os preços dos alimentos e da energia pelo aumento da inflação, disse que o mal é global, mas também responsabilizou a oposição “por fazer barulho”. Saiu da coletiva sem convencer correspondentes brasileiros e os jornais internacionais e sem apresentar plano concreto para melhoria da economia. Quando chegar, vai ter de explicar, porque mantém offshore ativa para fugir de ser tributado.

Planeta X Bolsonaro

Com esse lema que entidades ambientalistas, cientistas e ex-juízes levarão denúncia contra o presidente Jair Bolsonaro no Tribunal Penal Internacional (TPI) por crimes contra a humanidade. A iniciativa é liderada pelo grupo austríaco All Rise e esta é a sexta denúncia contra Bolsonaro e a primeira a tratar de sua política antiambiental. O processo é longo e sustenta que as ações de Bolsonaro e seu governo são “um ataque amplo e sistemático à Amazônia, suas dependências e seus defensores”.