Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
22 de novembro de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml

Com informações do Portal IG

RIO DE JANEIRO- Uma produção para enaltecer quem faz pela cultura e cidadania LGBTQIA+ , assim é o Prêmio Nosso Orgulho 2021 que será apresentado nesta quinta-feira, 25, em exibição no Facebook e no Youtube à partir das 19 horas. A entrega de troféus acontece no Teatro Gonzaguinha, no Centro do Rio, e conta com artistas de vários cantos do país.

Entre os indicados nas sete categorias do Prêmio Nosso Orgulho 2021 estão Daniela Mercury, Pabllo Vittar, Jup do Bairro e Rico Dalasam.
O resultado do voto popular já foi realizado e revelado por meio de enquete no site da premiação. Um dos vencedores com presença confirmada para receber o troféu no palco do Gonzaguinha é o humorista pernambucano Júnior Chicó , que conquistou o público ao protagonizar, roteirizar e dirigir a série Eu, Eu Mesmo e Stand Up para o canal dele no YouTube.

A surpresa para o público será o Voto do Júri que somente será revelado nesta noite de premiação. O Júri é formado por artistas, ativistas e acadêmicos ligados à cultura LGBTQIA+ como a ativista, escritora e psicológa Jaqueline Gomes de Jesus e o ator, produtor e diretor de teatro Rodrigo França.

Outros indicados são a série As Five, do Globoplay, na categoria Produção Audiovisual, a atriz paulista Manoela Aliperti ,que interpreta a jovem lésbica Lica na mesma produção, a drag carioca Suzy Brasil, a youtuber cearense Samira Close e a escritora gaúcha Valéria Barcellos.

O Prêmio Nosso Orgulho 2021 conta com o patrocínio da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa por meio de recursos da Lei Federal Aldir Blanc e conta também com o apoio da Prefeitura do Rio e da UNAIDS, Programa Conjunto da ONU sobre HIV/Aids.

A criação do Prêmio Nosso Orgulho é do jornalista Felipe Martins, ex-repórter de O Dia, que há mais de 15 anos se dedica ao tema da cultura e cidadania LGBTQIA+. “Mais que a entrega dos troféus, o Prêmio Nosso Orgulho celebra a resistência da vida. Num cenário tão desolador no país, estamos resistido, vivas, vivos e vives. Quem produz cultura neste país e quem é LGBTQIA+ sabe que resistência é a nossa condição de vida. Contra tudo e contra todos, a gente segue em frente e luta por amor à vida e à arte”, disse o jornalista.