2 de março de 2021

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – O quadrinho amazonense “A Última Flecha”, uma graphic novel (ou, traduzido para o português brasileiro, um romance gráfico) do roteirista Emerson Medina e do desenhista Romahs Mascarenhas, foi selecionado para o Catálogo HQ Brasil da Bienal de Curitiba, compilando as 100 obras mais relevantes produzidas no Brasil entre 2010 e 2019.

Em entrevista à REVISTA CENARIUM, Medina contou sobre a importância de ter uma produção do Amazonas entre os destaques da década entre os quadrinhos brasileiros. O Catálogo HQ Brasil tem edição de Érico Assis, é bilíngue (francês e inglês) e já está disponível neste link.

Segundo ele, a HQ está acompanhada dos “pesos-pesados do quadrinho nacional”, o que o deixa muito orgulhoso. “O Catálogo é uma parceria da Bienal de Quadrinhos de Curitiba com o Ministério das Relações Exteriores e faz um recorte da produção nacional de histórias em quadrinhos para ser divulgado nas embaixadas brasileiras mundo afora”, contou o roteirista.

“A Última Flecha” é uma história de vingança, em 56 páginas, a partir do extermínio de um povo indígena que, segundo Medina, não tem relação direta com alguma lenda específica da Amazônia. “A história é sobre Guajá, o sobrevivente desse extermínio e a jornada dele de vingança contra o líder invasor”, detalhou.