Vereador de Manaus prepara dossiê de 500 páginas com denúncias sobre transporte público

Malu Dacio – Da Revista Cenarium

MANAUS — O vereador de Manaus Amom Mandel (Sem Partido) publicou um vídeo em suas redes sociais na tarde desta segunda-feira, 24, para informar que está em fase final da elaboração do segundo dossiê com 500 páginas sobre os serviços de transporte público de Manaus. Ele afirma que as denúncias tratam de recursos de milhões de reais pagos às empresas indevidamente.

À CENARIUM, Amom afirmou que ainda não são todas as empresas prestadoras de serviço na capital que compõem o levantamento, mas todas as que forem apontadas com irregularidades serão incluídas. “Não são todas, mas já são a maioria. Tanto (irregularidades) estruturais quanto as relacionadas aos subsídios, repasses irregulares, sonegação etc”, prometeu.

O vereador afirma que o dossiê tem documentos, notas, contratos, fotos e elementos que comprovam que o sistema usado pelos manauaras “poderia ser melhor, mas falta ação do poder concedente”.

Amom afirmou não poder dar mais detalhes no momento e que ainda não finalizaram a elaboração completa, mas que já apuraram o material e que além do anexo de documentos há também reportagens e denúncias.

“Nosso segundo dossiê está em fase final de elaboração. Até agora, irregularidades e exageros que prejudicam a população e trabalhadores que usam e operam um sistema quase caótico, que humilha o povo, mas é agraciado com milhões de reais pelo poder público, foram detectadas no levantamento”, disse.

Preparando o material desde outubro do ano passado, Amom lembrou que pretendia lançar o documento até o final de 2021, porém a chegada de novas denúncias aumentaram o período. “Novas denúncias chegaram e acabaram complementando o dossiê”, afirmou.

“Espero que investigações tanto na Polícia Federal quanto a nível local sejam iniciadas ou complementadas com as nossas informações”, finalizou.

A reportagem entrou em contato com o Sindicato dos Rodoviários a respeito dos impactos e melhorias no transporte público com as possíveis denúncias por meio do vice-presidente da autarquia Josenildo Mossoró, mas até o fechamento desta matéria não obteve resposta.

R$ 300 mi para Prefeitura

Nos últimos dias de 2021, a CENARIUM noticiou que a Prefeitura de Manaus encerrou o ano com o repasse de quase R$ 300 milhões para as empresas do transporte público da capital. A informação foi divulgada pelo vereador Rodrigo Guedes (PSC).

Leia também: Mesmo sem renovação de frota, prefeito de Manaus repassa R$ 300 milhões para empresas de ônibus

CPI dos Transportes

À época, o vereador Rodrigo Guedes pediu que fosse instaurado uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), mas eram necessárias 14 assinaturas de outros vereadores. Até hoje a CPI não iniciou. Guedes disse que os trabalhos para instaurar a CPI devem voltar com o retorno das atividades parlamentares.

Guedes também confirmou que apenas William Alemão (Cidadania) assinou a lista. Rodrigo disse que ofereceu a sete outros pares, mas que todos eles recusaram. Guedes reafirmou que os interessados ainda podem assinar.

Veja o vídeo:

Vídeo divulgado pelo vereador Amom Mandel (Divulgação)

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO