Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
21 de janeiro de 2022
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
Marcela Leiros – Da Revista Cenarium

MANAUS – O prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), conhecido pelo escândalo dos fura-filas e pelo favorecimento de familiares com apartamentos do Residencial Cidadão Manauara II, cumpriu apenas cinco promessas de campanha eleitoral das 60 anunciadas, em um ano de mandato. Um levantamento feito pelo G1, divulgado nesta terça-feira, 4, mostra ainda que o prefeito realizou, em partes, outras 15 promessas, o que equivale a 25%.

Leia também: EDITORIAL – Um ano de dor, constrangimentos e extorsões à maior capital da Amazônia

As promessas feitas são na área de Administração Pública; Direitos Humanos e Sociais; Economia; Educação e Cultura; Esporte; Habitação; Infraestrutura; Meio Ambiente; Mobilidade Urbana; Saúde; Segurança Pública; Transparência; e Turismo. Na áreas de Direitos Humanos e Sociais — “Elaborar o projeto para centro de preservação da tradição indígena” — Economia e Esporte, por exemplo, nenhuma foi cumprida por Almeida.

O número de promessas cumpridas até hoje representa 8,3% do total das feitas. O levantamento monitora o que foi prometido pelo prefeito da capital no período de campanha eleitoral, tanto no programa de governo registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quanto em entrevistas e debates com a participação de Almeida.

Para se ter exemplo, em ano pandêmico, treze promessas foram feitas para a área da saúde, mas apenas duas delas foram cumpridas: fazer exames nas escolas e ampliar para 75% a cobertura da atenção básica. Segundo a prefeitura, foi implementado o Programa Saúde na Escola, com 198 escolas vinculadas ao programa com ações de prevenção e promoção da saúde e, em 2021, a cobertura da atenção básica em Manaus chegou a 77,78%, segundo a prefeitura. Em 2020, era de 62,71%, segundo dados do Ministério da Saúde.

O levantamento acompanha durante os quatro anos de mandato os cumprimentos das promessas de campanha dos políticos. Os critérios para o levantamento foram: não cumpriu ainda: quando o que foi prometido não foi realizado e não está valendo/em funcionamento; em parte: quando a promessa foi cumprida parcialmente, com pendências; cumpriu: quando a promessa foi totalmente cumprida, sem pendências.

Veja o levantamento completo neste link.