Profissionais da Força Nacional do SUS começam a chegar em Manaus

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – O secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, confirmou durante coletiva nesta segunda-feira, 13, que profissionais da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (FNS) começam a chegar em Manaus a partir de hoje e no transcorrer da semana, para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus.

Segundo Gabbardo, 10 enfermeiros e 7 médicos com larga experiência chegarão à capital a partir de quinta-feira, 16. Os profissionais também estão recebendo capacitações da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES). Por meio da iniciativa voluntária da FNS, o Ministério da Saúde irá arcar com a diária e a passagens.

Na última sexta-feira, 10, o governo do Amazonas anunciou que o hospital referência em atendimento aos pacientes com coronavírus, Delphina Aziz, atingiu a capacidade máxima operacional, devido a falta de profissionais da saúde.

A chegada dos médicos e enfermeiros fazem parte do primeiro envio do Ministério da Saúde para auxiliar estados e municípios na luta contra a Covid-19 e visa aumentar a capacidade de atendimento à população., além de evitar o colapso da saúde pública do Amazonas.

“A nossa secretaria [SGTES] também está fazendo o chamamento dos voluntários, no programa de voluntários que fizemos no passado e que Manaus será a primeira a contar com o programa de voluntariados”, destacou o secretário.

Em entrevista online na tarde desta segunda, a nova titular da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), Simone Papaiz, enfatizou o apoio e a sensibilidade do Ministério da Saúde o momento em que o Amazonas vivencia, em decorrência do vírus.

“Hoje nós recebemos a equipe do (hospital) Sírio Libanês, que chegaram ao Amazonas cerca de 13h30. […] Foi confirmado pelo Ministério da Saúde a vinda de 10 médicos intensivistas; eles ainda não chegaram ao estado, mas devem estar chegando entre hoje e amanhã. Vamos redirecioná-los depois da quarentena para que eles possam fazer assistência nas unidades de referência”, enfatizou.

Médicos com coronavírus

Conforme a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto, o Amazonas tem registrado nesta segunda-feira, 57 profissionais de Saúde, entre médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e bioquímicos, infectados com coronavírus.

Há também 10 profissionais internados, sendo 8 em leitos clínicos e 2 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Apesar dos números, 31 deles já estão fora do período de transmissão.

Três profissionais de saúde foram a óbito: um enfermeiro de 47 anos com histórico de diabetes e hipertensão, que morreu no domingo, 12, um médico de 75 anos, que também tinha diabetes e hipertensão e que também faleceu ontem; e outro médico de 72 anos, sem registros de comorbidades, que veio a óbito hoje, 13.

Cadastro

De acordo com o Ministério da Saúde, até 13 de abril, 8.204 profissionais se disponibilizaram para trabalhar na prevenção e combate à doença, por meio da Força Nacionao do SUS.

O MS enfatiza que o profissional que se cadastrar poderá ser convocado a qualquer momento. Neste caso, não existe remuneração, uma vez que se trata de serviço voluntário. No entanto, o Ministério da Saúde irá custear o deslocamento e realizar ajuda de custo, quando o profissional necessitar atuar fora de seu domicílio, como será o caso daqueles direcionados à Manaus.

O interessado em se cadastrar deve preencher a ficha eletrônica de inscrição. Em caso de dúvidas, o email [email protected] está disponível. O cadastro será avaliado semanalmente e os voluntários recebem um e-mail de confirmação com orientações de procedimento.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

VOLTAR PARA O TOPO