Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
19 de abril de 2021

Dólar

Euro

Manaus
23oC  29oC
Acompanhe nossas redes sociais

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Mesmo com a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) gastando mais de R$ 11 milhões com o aluguel de aeronaves para três empresas privadas, os deputados Delegado Péricles (PSL), Wilker Barreto e Dermilson Chagas, ambos do Podemos, “torraram” o dinheiro público nos últimos dois anos (2019-2020) com passagens, diárias e aluguel de táxi-aéreo no valor de R$ 98.703,46.

Os três parlamentares que são oposicionistas ao governo do Amazonas questionaram na última quinta-feira, 25, no plenário Ruy Araújo, o uso do jatinho executivo pelo governador Wilson Lima, no entanto, não cortam na própria carne os gastos com o dinheiro público.

Captura de tela da Ceap de Wilker Barreto de dezembro de 2019. (Reprodução/Aleam)

O trio de deputados também não reclama que, nos últimos 18 anos, os ex-governadores Eduardo Braga, Amazonino Mendes e Omar Aziz gastaram mais de R$ 75 milhões com o fretamento de aeronaves e jatinhos.

Uma consulta em sites de passagens fluviais mostra que os custos dos deslocamentos seriam reduzidos, caso os parlamentares optassem por viagens em barcos ou navios. Os traslados desse tipo, são realizados rotineiramente por cidadãos moradores do interior, que se deslocam até a capital para trabalho ou demais atividades.

Levantamento

Um levantamento realizado pelo Portal O PODER constatou que a maioria das viagens dos três deputados foram para ir a Brasília para participar de reuniões nos Ministérios da Agricultura, Justiça, reuniões da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale) e viagens políticas ao interior do Estado. Péricles foi o único parlamentar que ainda fez duas viagens ao Distrito Federal para tratar sobre casos de Covid-19 (coronavírus).

Captura de tela da Ceap de Dermilson Chagas de outubro de 2019. (Reprodução/Aleam)

Cotão

O que chama atenção em alguns gastos são três viagens registradas na Cota para Exercício de Atividade Parlamentar (Ceap), o Cotão da Aleam, em dezembro de 2020, onde Wilker Barreto fez uma viagem para Barcelos e pagou R$ 17.500 para Cleiton Táxi Aéreo, empresa que já presta serviços de fretamento de aeronave para o Poder Legislativo.

Captura de tela da Ceap do delegado Péricles de dezembro de 2019. (Reprodução/Aleam)

Dermilson Chagas também gastou do Cotão nos meses de abril, julho, setembro e outubro de 2019 o montante de R$ 46.000 para fazer viagens políticas aos municípios de Coari, São Gabriel da Cachoeira, Borba e Barcelos.

Diárias

Em 2020, os três deputados estaduais também receberam R$ 14.455,77 em diárias com direito a viagens para outros Estados e para o interior do Amazonas. Confira o demonstrativo de gastos com diárias em março de 2020.

Posicionamentos

Procurados pela REVISTA CENARIUM sobre os gastos, Péricles Nascimento se manifestou por meio de nota. Já Dermilson Chagas não deu retorno as chamadas e mensagens enviadas até o fechamento desta matéria. A equipe de reportagem também aguarda posicionamento de Wilker Barreto.

Segundo Péricles Nascimento “uma busca simples” mostraria que ele é o segundo deputado que menos gasta na Assembleia Legislativa. “As viagens, inerentes ao mandato que assumi, são feitas em voos comerciais, com pouco gasto em diárias”, diz.

A nota também justifica que as cobranças ao governo estadual surgem “justamente por entender que é possível trabalhar sem extrair dos cofres públicos valores tão absurdos”, diz trecho. “O contrato de jatinhos particulares de luxo já sabemos que é de valores abusivos que, inclusive, têm sido mantidos”, finaliza.