Participe do nosso grupo no Whatsapp Participe do nosso grupo no Telegram
25 de julho de 2021
Ainda não é assinante
Cenarium? Assine já!
ASSINE
image/svg+xml
Com informações da Folha de S. Paulo

SÃO PAULO – A União Nacional dos Estudantes (UNE) deverá eleger como presidente pela primeira vez em sua história uma mulher negra. Nascida em Manaus, Bruna Brelaz, 26, é estudante da Faculdade Autônoma de Direito, em São Paulo, e candidata pelo movimento Contra-Atacar.

À frente

Bruna será a segunda pessoa negra a presidir a entidade — Orlando Silva esteve à frente da UNE em 1995. Ela afirma que isso é “muito simbólico” e que a UNE constrói um “caminho histórico” para falar ainda mais sobre negros, mulheres e indígenas.

Cordão

“Queremos fazer essa conexão entre sociedade e universidade. Nesse momento de pandemia, vimos que nunca se precisou tanto da ciência”, diz. A estudante também será a primeira nortista a comandar a entidade. O Congresso da UNE será realizado virtualmente entre 14 e 18 de julho.